top of page

Algumas listas em Projetos AEC

Um projeto de Arquitetura e Engenharia pode ser entendido como um grande conjunto de documentos. Há documentos de todo tipo e alguns deles são em forma de listas. As tradicionais listas de materiais e serviços são bem conhecidas pelo público e profissionais, em geral. Mas há algumas outras listas menos conhecidas, talvez por serem usadas mais no meio industrial, mas que são plenamente aplicáveis a qualquer projeto de qualquer empreendimento.


Há, por exemplo, as Listas de Equipamento e as Listas de Instrumentos, só para ficar em duas delas.



A primeira questão que se coloca para formatar estas listas é saber o que vai em cada uma, ou seja, o que é um equipamento e o que é um instrumento. É preciso diferenciar para não embolar tudo no momento de confeccionar estas listas.

Você não sai para pescar sem o seu equipamento de pesca, sai? Um soldado não vai para o front de batalha sem seu equipamento militar, certo? Para montar uma academia você precisará equipá-la, correto?


Veja bem que equipar significa municiar de todo o aparato necessário para realizar uma atividade. O equipamento é aquilo que proporciona que a atividade seja realizada a plena carga. Metade do equipamento não permite ter eficiência e provavelmente não produzirá resultado eficaz.


Por redução, a partir dessa ideia, um equipamento é aquilo que permite realizar uma atividade plenamente. Vamos a alguns exemplos focados na implantação de edifícios.


Uma bomba recalca água do reservatório inferior para o superior, basta ligá-la. Ela faz todo o trabalho. Na realidade é preciso ter as linhas de tubulações, mas a ideia é que a bomba é o elemento ativo nesta atividade de recalcar água.


Um compressor pressuriza uma rede de ar comprimido e faz isso sozinho. É, portanto, um equipamento de pressurização de redes.


Um aquecedor a gás, daqueles que se coloca em apartamentos, esquenta a água na medida exata da necessidade. A atividade de aquecer a água é realizada por ele, bastando acioná-lo. Até o acendimento costuma ser automática, que maravilha!


Entendeu o que é um equipamento? É aquele mecanismo que sozinho realiza uma atividade.


E o instrumento, o que é? Vejamos...


Você se instrui como? Estudando em livros, assistindo vídeos? Uma pessoa que tem instrução não é aquela que acumulou conhecimentos? Pois é, instrumento tem a mesma origem, está relacionado à agregação ou acúmulo de informação.


Se você está com febre, como faz para saber se está muito alta, ou seja, como faz para acumular esta informação importante? Usa um instrumento, o termômetro.

Para medir um pedaço de madeira, ou seja, obter esta informação, você usa um instrumento, a trena.


Para medir a pressão numa tubulação, usa-se o manômetro, um instrumento.

E por aí vai. Instrumentos nos fornecem informações.


Logo, Listas de Equipamentos e Listas de Instrumentos são listas que indicam conjuntos de elementos diferentes. Mas, reconheçamos, há tanta sofisticação em alguns instrumentos que não é difícil nos enganarmos.


Há uma categoria interessante: os dispositivos.


Dispositivos são elementos que realizam tarefas simples e normalmente de apoio a alguma atividade. (Só de curiosidade, distinguir tarefa de atividade pode ajudar, mas esse é outro assunto).


Se a bomba é um equipamento que recalca água, uma válvula é um dispositivo que ajuda, abrindo ou fechando certas tubulações. E para saber se a tubulação está pressurizada ou não, você pode acoplar a ela um manômetro, ou seja, um instrumento que lhe forneça esta informação.


Veja que é possível criar Listas de Dispositivos.


Agora pense: uma cafeteira elétrica daquelas de cápsulas tem cara de equipamento, certo? Ela faz o café praticamente sozinha. Mas, se você for coar café no modo tradicional precisará de um dispositivo de apoio para suportar o filtro de papel ou de pano. Este suporte dá apoio, mas não executa a atividade. Mas podemos dizer que, neste caso, você precisa do equipamento de coar café, ou seja, suporte, filtro, panela, aquecedor de água. Repare que a água e o café são insumos, não são equipamento, nem dispositivo, é outra classe de coisas (que podem ficar para outra hora).


Por fim, só para fechar o assunto, há também as Listas de Ferramentas. Essa palavra deriva de ferro, metal, apenas por questão histórica. As ferramentas são como extensões do nosso corpo que criamos para executar certas ações. Elas não fazem nada sem nossa ação sobre elas.


A chave de fenda só aperta parafusos se nós a girarmos. A furadeira só perfura a parede se nós a manipularmos. A colher, só adiciona açúcar ao café, se nós a manipularmos. E por aí vai, usamos ferramentas como extensões do nosso corpo que nos proporcionam maior eficiência nas tarefas simples.


Na construção civil há uma infinidade de ferramentas usadas pelos operários. Eventualmente são confeccionadas Listas de Ferramentas para que possam ser adquiridas numa boa loja do ramo.


Mas vou deixá-lo pensando: você saberia distinguir o que seriam aparelhos? Vale uma pesquisa e uma boa reflexão para não cair em qualquer definição pouco rigorosa, baseada em conveniência e não na etimologia. Elas costumam aumentar a confusão em vez de esclarecer.


Como eu gosto de dizer: se duas palavras significassem exatamente a mesma coisa, uma delas seria desnecessária. Logo, pode procurar que você acha as diferenças.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page