© Copyright  2018 por Renê Ruggeri Engenharia e Consultoria Ltda. Desenvolvido por Navii Inteligência Digital

"Redescobrindo o Processo do Projeto": abrangente, profundo e acessível

July 4, 2015

Publiquei em Junho de 2015 meu novo livro "Redescobrindo o Processo do Projeto". O livro discorre sobre o Processo de Desenvolvimento do Projeto (de Arquitetura e Engenharia), analisando-o sob diversos enfoques, ora baseados na abrangência do tema, ora baseado na profundidade dos tópicos. Embora haja outras publicações sobre o tema, várias de ótima qualidade, o tratamento que dei ao assunto é bem particular e, portanto, considero um avanço e não apenas outra roupagem para o mesmo conteúdo. O livro pode ser adquirido no site www.reneruggeri.com, no menu Loja.

 

O objetivo do livro é resgatar um importante conhecimento que tem caído na obscuridade. Na realidade, este conhecimento tem sido transformado ao longo dos anos e, em função de diversas aplicações em casos particulares, algumas abordagens parciais têm tomado o lugar do todo inadvertidamente. Acredito que esse fenômeno seja mais um caso da miopia que as especializações exageradas têm nos causado. Tais especializações (particularidades) são necessárias por uma questão de aplicabilidade, mas não podem de forma alguma camuflar a generalidade do conhecimento fundamental sobre o tema e verdadeiramente basilar para o desenvolvimento econômico-social (a geração de conhecimento é um compromisso social).

 

Mas o conteúdo do livro foca também uma questão pouco explorada no estudo dos Projetos de Arquitetura e Engenharia: sua análise sob o enfoque da comunicação. Por incrível que pareça, as abordagens do Projeto AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção) como componente de um complexo processo comunicacional são raras. E não deviam ser, pois, afinal, é exatamente esta a principal função do Projeto AEC, comunicar. Várias passagens do texto deixam isso claro e buscam correlacionar algumas necessidades do processo com o conhecimento em comunicação.

 

Iniciando pela apresentação e discussão de conceitos fundamentais como empreendimentos, projeto, processo, etc., o livro fecha sua primeira parte destacando as funções que o Projeto AEC (seus documentos constitutivos) assume no empreendimento, do qual é indissociável. Apresenta ainda alguns casos simples de problemas ocorridos em obras que têm sua causa no Processo de Desenvolvimento do Projeto. Entre as funções do Projeto AEC é dada especial atenção à comunicacional e, para isso, vários conceitos nessa área são introduzidos para subsidiar diversas análises. Esse é um dos pontos que tornam o trabalho original.

 

Na sequência, o PDP (Processo de Desenvolvimento do Projeto), mais especificamente o PPP (Processo de Produção do Projeto AEC) que está imerso no PDP como um dos seus principais componentes, é dissecado nos seus aspectos organizacionais, processuais e gerenciais. Trata-se do exercício de observar o mesmo fenômeno por vários pontos de vistas. Não são partes excludente do mesmo todo, mas componentes que se juntam interativamente na ocorrência do fenômeno/processo.

 

Uma discussão muito oportuna quanto à interferência que o conhecimento em Gerenciamento de Projetos tem gerado no conhecimento sobre o desenvolvimento de Projetos AEC é feita a fim de esclarecer e separar ambas as áreas, por mais que sejam bastante integradas. Há processos técnicos ocorrendo no PDP e, obviamente carecem de gestão. Mas essa gestão não se confunde com os processos técnicos que lhe dão razão de existência e nem mesmo o conhecimento que sustenta um processo (o PPP) se confunde com o que sustenta o outro (a gestão do PDP).

 

A fim de demonstrar a complementaridade da abordagem usada no livro com diversas outras comumente usadas no mercado AEC, um capítulo é dedicado a compor essas comparações. A conclusão óbvia é de que não se tratam de contradições ou divergências, mas de roupagens particulares dadas ao mesmo fenômeno. Por fim, o que difere as abordagens não são diferenças no PDP, mas no contexto ou nos aspectos que sobrassaem em cada uma e que induzem a uma metodificação particular.

 

Finalmente, o PDP é estudado etapa a etapa percorrendo seus conteúdos e objetivos. As questões de coordenação e compatibilização, embora venham sendo tratadas ao longo de todo o texto, recebem o devido destaque na terceira parte do livro. As oito etapas utilizadas no modelo didático apresentado são discriminadas em pacotes de trabalho. Ferramentas e técnicas são citadas e eventualmente descritas, sobretudo com o objetivo de esclarecer seu caráter secundário (mas não desimportante) no processo.

 

A conclusão do livro deixa uma mensagem aos leitores sobre a responsabilidade que os profissionais envolvidos com o PDP (contratantes e fornecedores) carregam na construção da imagem do mercado AEC no país. Destaca a necessidade de qualificação das abordagens que profissionais fazem do PDP, elevando inicialmente a níveis menos operacionais as visões construídas sobre o processo para posterior sistematização na criação de metodologias de trabalho particularizadas.

 

As constantes relações entre projeto e obra, evidenciadas pelo fato de que o processo de concretização dos empreendimentos permanece ao longo de todo o texto como pano de fundo para as análises, fazem do livro uma leitura útil para construtores e projetistas. A abrangência do PDP envolvendo aspectos do negócio associado a cada empreendimento, faz o livro interessante também para empreendedores. A linguagem o máximo possível coloquial, sem perder o rigor dos conceitos, análises e terminologia, tornam a leitura extremamente acessível e didática para estudantes e até mesmo leigos no assunto.

 

Assim, embora eu seja suspeito para indicar (pois sou o autor), recomendo a leitura aos colegas que de uma forma ou de outra estão ou estarão envolvidos com o desenvolvimento de Projetos de Arquitetura, Engenharia e Construções. Ou seja, recomendo a leitura àqueles que estão de fato comprometidos com a qualidade do mercado AEC.

 

Essa é uma das minhas contribuições.

 

Abraços

Please reload

Featured Posts

Desenvolvimento humano elevado a função organizacional

October 14, 2019

1/10
Please reload