Um pouco de história

Me formei em Engenharia Civil em 1995, mas me envolvi com o desenvolvimento de projetos de Arquitetura e Engenharia 15 anos antes. Meu interesse prematuro por desenho técnico foi o embrião de um peculiar olhar para os processos de comunicação, descoberto mais tarde.

Ainda criança, pedia dinheiro ao meu pai para comprar biografias. A perspectiva e a curiosidade se manifestavam com um viés de compreensão do ser humano.

Fiz o curso técnico em Edificações e rapidamente ingressei na faculdade. Íntegro e consistente nas opiniões e análises, assumi papeis de liderança, o que camuflou minha timidez e introspecção. Para estudar, escrevia grandes resumos ilustrados e passava aos colegas.

A biblioteca da faculdade nutria meu gosto por temas alheios à tecnologia e às ciências exatas. Ainda cursando Engenharia, cheguei a assistir um congresso de Filosofia e numa apresentação em outro evento fui elogiado pela aplicação de conceitos de Semiótica (mesmo sem saber o que era, até então).

Com opiniões firmes e autênticas, não hesitei em abrir meu próprio escritório já com uso de recursos on-line, o que imediatamente me levou às pós-graduações em Gestão de Empresas e Projetos.

Três anos na Diretoria de Projetos de uma Fundação ligada à Cultura refinaram minha visão do mundo e das pessoas. Meu primeiro livro foi sobre “Gestão de Projeto no Terceiro Setor”.

Uma passagem por empresa de classe mundial deu-me a segurança sobre minhas abordagens do Processo de Desenvolvimento do Projeto e mantive um destacado e diferenciado desempenho. Lancei o livro “Redescobrindo o Processo do Projeto” em seguida.

Já profissional master, assumi um período sabático com duas pós-graduações (Gestão de Pessoas, Desenvolvimento Humano e Psicologia Positiva) e uma graduação (Filosofia, que infelizmente não cheguei a concluir). Período difícil, mas no qual meu pensamento se tornou mais amplo e nítido. Meu espírito asserenou-se no autoconhecimento e na formação humana. A convite da editora, participei do livro “Liderança com Base nas Soft Skills”.

Minha produção literária inclui, ainda, os e-books “Coletânea de Textos 2010 – 2015” e “Coleção Gestão, Tecnologia e Gente” (com três volumes), que incluem mais de uma centena de textos.

Atualmente, desenvolvo a abordagem da Engenharia Integral, que concilia a Gestão de Projetos e Processos, nos ambientes tecnológicos e altamente técnicos das engenharias, com sustentação humana e filosófica, no intuito de levar transformações sustentáveis às organizações e profissionais. O contexto complexo, multidisciplinar e multisetorial é meu ambiente de trabalho regular.